O USO DE MACHINE LEARNING NA INDÚSTRIA VINÍCOLA

A influência das características físico-químicas e sensoriais na classificação do vinho

Autores

  • Lucas Pereira da Cruz Brasileiro
  • Leonardo Caixeta Garroni

Resumo

A partir de uma base de dados contendo duas variantes de vinhos, sendo eles, tinto e branco, baseado em suas características físico-químicas. Foi utilizado uma técnica na área de Inteligência Artificial  chamada Machine Learning. E dentro dessa técnica, foi explorado o modelo de Classificação, que tem o objetivo de fazer previsões, no nosso caso, da qualidade do vinho, contando com doze atributos. Para executar, foi usado o software Weka 3.8.5 que gerou um resultado para que fosse comparado com uma classificação previamente feita por especialistas.

Publicado

2022-01-18

Edição

Seção

Artigos